10.1.09

no mercado, sábado em Coimbra

pão escuro de composição desconhecida, delicioso – origem, Serra da Lousã
acelgas de cores várias, de uma horta da Serra da Lousã
amêndoas com casca de Figueira de Castelo Rodrigo
batatas e couve galega, algures da Beira Alta

2 comments:

greatcraftdisaster.com said...

e a loura de cabelos compridos e com sotaque alemão que por lá terás encontrado, é a sogra do meu irmão. e aquele pãozinho escuro amassado por ela à mão é divinal.

Isabel said...

que o mundo é pequeno, e o pão sem modernices é mesmo divinal.