12.5.09

A Rosa


Conhecia-lhe os escritos que o Luís publicava de quando em vez. Agora em nome próprio. E quem começa (ou recomeça) com a Montanha Mágica merece, oh se merece, ser seguida. E pode começar a chamar-me nomes, mas eu também acho que há o Português do Brasil, polémicas de acordos aparte, a mais das vezes muito mais gostoso do que o nosso, o de Portugal. E no Brasil, um continente, quanto (quantas formas) Português há?
a resposta do Saramago uma pedantice de mau gosto.

1 comment:

entremares said...

Claro que há português do brasil, português de portugal...

Então, não temos nós o alentejano, o açoreano ( quem o entende ? ), o madeirense, o transmontense ?

Acerca da resposta do Saramago... percebo a resposta, no contexto... mas talvez que o ideal fosse... não ter existido acordo ortográfico nenhum...

A lingua muda naturalmente, pelas pessoas.
E se agora, de repente, um lusitano cidadão quiser chamar à sua filha recém nascida " Bananéia" ?
É claro que será proibido de o fazer, apesar de ser um nome brasileiro perfeitamente permitido...

Questão de bom gosto ? Certamente, mas não só. Questão de lei, também.

A lei pode mudar a língua. Mas duvido que mude as pessoas...