23.4.09

E se acontecer não é uma traição é um resguardo



Ontem no TAGV, com o realizador himself. A Corte do Norte, um filme como uma sucessão de telas. Caravaggio. A luz de Ana Moreira. Por detrás as palavras mestras de Agustina.


A Corte do Norte, de João Botelho

no festival Caminhos do Cinema Português até 26 no TAGV

2 comments:

Sergio said...

Grande filme.

Mas nisto de Judites e Halofernes, a de Caravaggio é a mais visual, mas a mais dramática e impressiva é a de Artemisia Gentileschi:

http://www.artemisia-gentileschi.com/judith1.html

Isabel said...

obrigada sérgio pelo comentário.